Categoria: Embarque Imediato para O Japão

Embarque imediato com visto e re-entry

Empregos no Japão

Como embarcar para o Japão na quarentena? Tem vaga de Empregos no Japão durante a pandemia?

Temos vagas de empregos no Japão com Embarque imediato com visto e re-entry para descendentes solteiros e casados, com ou sem filhos. Verificamos as passagens aéreas e os tipos de empregos para os candidatos.

Mesmo durante a pandemia e quarentena, estamos conseguindo embarcar descendentes nisseis e sanseis para trabalhar no Japão, porém que tenham visto permanente, ou visto com re-entry, pois o consulado japonês no Brasil continua fechado.

Quando o candidato entra em contato com nossa agência de empregos, nós cadastramos para vagas futuras caso ele não tenha visto, para quando tudo voltar ao normal, pois acreditamos que após a pandemia, o Japão vai voltar com força total contratando estrangeiros, principalmente brasileiros com descendência.

Os não descendentes só podem trabalhar no Japão se forem casados por mais de um ano com os descendentes, pois por causa da crise atual, não há mais vagas para pessoas comuns.

Candidatos que entram em contato com visto de retorno o re-entry, ou visto permanente, podem embarcar imediatamente, caso aceitem as propostas de emprego. Sendo assim, é possível sim, encontrar empregos no Japão mesmo nesse caos que nos encontramos.

Recomendamos a todos os decasseguis com visto que escolham com urgência um emprego mesmo que não queira, pois não sabemos quanto tempo essa crise vai durar, muito menos essa pandemia.

Se você está em dúvidas se fica ou se vai para o Japão, é nosso dever dizer que lá a situação está muito melhor do que aqui no Brasil, onde milhares perderam empregos ou morreram com o coronavírus.

No Japão, cerca de 1 mil pessoas morreram de covid-19, um número muito pequeno se comparado ao Brasil, e cerca de 20 mil pessoas perderam seus empregos, uma conta absurdamente menor do que os milhões de empregos perdidos no Brasil.

Como estas pessoas que perderam seus empregos no Japão, não são as mesmas que ocupam cargos de empresas que contratam brasileiros, muito poca coisa mudou para os brasileiros. Ainda exitem vagas. São poucas, claro. Mas ainda existem empresas com vagas, principalmente para quem quer ir para o Japão, pois eles confiam mais em pessoas que querem trabalhar por longa data.

O que preciso para embarcar agora para o Japão?

  • Entrar em contato conosco
  • Ter visto válido com re-entry ou visto permanente
  • Aceitar a proposta de emprego no Japão
  • Ter fiador ou dinheiro para passagem aérea
  • Fazer uma entrevista de emprego em nossa agência
  • Garantir pelo menos 1 ano no trabalho

Caso você não se enquadre nestas condições, terá que tirar seu passaporte, preparar sua documentação de imigração, como descendente tais como: certidões de nascimento e casamento, e entrar em contato conosco para agendar uma entrevista e embarcar após a pandemia, quando o consulado voltar ao atendimento.

Durante a pandemia, embarcamos mais de 10 pessoas com visto, que vieram ao Brasil a passeio pouco antes do isolamento social, e ficaram presos na quarentena. Quando descobriram que estávamos recrutando candidatos com visto, logo entraram em contato.

Sendo assim, ainda existem muitos profissionais que saíram do Japão para férias de fim de ano no Brasil e ficaram por aqui, achando que o Japão fechou.

Mas ainda há empresas de aviação que estão funcionando exclusivamente para pessoas com visto de trabalho ou pessoas que não podiam ficar sem viajar, e essas pessoas tem permissão para embarque pois não há lei contra o visto. É como se fosse uma lei internacional.

Então é isso. Temos algumas vagas de emprego a sua espera e você pode contar conosco para seu retorno ao Japão. É só aceitar as vagas de eletrônicos, alimentos e outros serviços.

Não pense duas vezes. Viaje para o Japão. Embarque conosco.

MAX BLANC

Ceo Super Agência

Criador de Conteúdo, Gestão de Google ADS e Otimização de Sites

Owner Marketing Para Médicos

O post Embarque imediato com visto e re-entry apareceu primeiro em Empregos no Japão.